RIOS DE VIDA

   

WEB RADIO RIOS DE VIDA

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Kléber Lucas diz no Encontro que ninguém precisa “crer igual”

Discurso do programa é que Deus criou todas as religiõeFACEBTWIT 
Kléber Lucas diz no Enont que ninguém precisa "crer igual" 
“Todas as religiões são muito parecidas, o que as diferencia é a prática” e “Deus criou todas as religiões”, estas foram as principais mensagens do programa Encontro, apresentado por Fátima Bernardes na manhã desta terça-feira (5). 
Entre os convidados estavam Érico Brás, ator da Globo; Kenia Maria, adepta de religião afro e ativista; Ana Vilela, cantora que se declara agnóstica – embora não parecia saber bem o que isso significa, o artista plástico Vik Muniz, além do pastor e cantor gospel Kléber Lucas. 
No início foram exibidas imagens de seguidores de várias linhas religiosas explicando aquilo que eles creem sobre a vida e a morte. Um umbandista, uma espírita, uma católica e um budista resumiram sua fé em poucas frases. Por causa da edição do programa, a impressão final é de que todos falavam sobre (quase) a mesma coisa. 
Vestindo uma camiseta com os símbolos de várias religiões, abaixo, em letras garrafais a palavra “Respeito”, o pastor não falou sobre o aspecto único do evangelho entre os sistemas religiosos nem mencionou o nome de Jesus durante o programa. 
O tom do Encontro foi dado por declarações como a do neurocirurgião Fernando Gomes Pinto, que costuma participar do programa. Ele defendeu que todas as religiões “abrem um canal” com Deus para que “a energia floresça”. 
Postar um comentário